sábado, 16 de maio de 2009

Portugal regista 250 novos casos de epilepsia por ano



Por ano são diagnosticados em Portugal cerca de 250 novos casos de epilepsia, cujo tratamento vai começar a ser feito com um novo método administrado através de radiocirurgia, disse sexta-feira à Lusa um especialista. Até domingo, especialistas das áreas de Neurologia e Neurocirurgia vão debater novas tecnologias no "Neuro 2009", congresso que se realiza em Albufeira e que reúne médicos de vários países. Segundo Nuno Reis, presidente da Sociedade Portuguesa de Neurocirurgia, estão referenciados e sob tratamento em Portugal 50 mil casos de epilepsia, dos quais apenas cinco mil (5 %) se resolvem com cirurgia. A maioria dos casos (95%) é tratada com medicação, mas para 30% dos 50 mil doentes diagnosticados não há solução, uma vez que não podem recorrer à cirurgia e são resistentes aos medicamentos. Apesar de não ser uma doença fatal, a epilepsia é caracterizada por convulsões que afectam a qualidade de vida dos doentes, que agora poderão contar com uma nova tecnologia no tratamento da doença. Apesar de já ser usada para tratar tumores benignos e malignos e malformações vasculares, a radiocirurgia vai começar agora a ser usada em Portugal também no tratamento de epilepsia, referiu Nuno Reis à Agência Lusa. O tratamento é uma espécie de radioterapia, mas mais localizado e sem os efeitos negativos associados, observa o médico, que adianta não haver ainda dados relativos à taxa de sucesso deste tratamento na epilepsia. A radiocirurgia engloba uma nova tecnologia denominada "gamma knife", que consiste na emissão de raios gama e cujo procedimento dura apenas um dia, tornando-a vantajosa em relação à cirurgia. Segundo Nuno Reis, este método inovador - que já existe em três clínicas privadas e dois hospitais públicos portugueses - vai permitir minorar os efeitos associados à epilepsia, caracterizada pela ocorrência de convulsões.

1 comentário:

francisco calvo disse...

isto não é tanto um comentario, mas sim um pedido de informação. gostaria de saber quais os hospitais e clinicas privadas que fazem tratamento epilepsia com raios gama conforme indicam no vosso registo.
obrigado